Saúde de leitura

Dieta do ovo: A quem se destina, benefícios e cuidados a ter

by Maria Calegari October 8, 2019

Dieta do ovo, dieta da sopa, dieta do leite. Você já ouviu falar de alguma delas? O que mais se vê por aí são apelos para regimes milagrosos, focadas em um só alimento.

Embora muitos desses alimentos tenham valor nutricional digno de aplausos, como é o caso do ovo, nós da Mindvalley somos pouco fãs de dietas restritivas.

Tal como outras dietas, no curto prazo a dieta do ovo até tem os seus benefícios.


O que é a dieta do ovo?

A base da dieta do ovo consiste em substituir outras proteínas animais pelos ovos, ou ainda incluir este ingrediente antes das suas três principais refeições. A dieta do ovo é rica em proteínas, minerais, vitaminas B12 e B6, e compostos essências como ferro, fósforo e zinco.


Contudo, nós não acreditamos que as dietas sejam a solução para os objetivos que pretende atingir no longo prazo. Uma vida mais saudável, aumentar a sua autoestima ou viver mais e melhor.

Na verdade, acreditamos em uma relação harmoniosa com a comida, seja ela qual for. O fundador da WildFit, Eric Edmeades, diz que “devemos incrementar o corpo com o maior número de fontes proteicas que pudermos encontrar”. 

Antes de avançar para o regime da dieta do ovo (ou qualquer outro tipo de dieta), convidamos a assistir a este vídeo. Talvez a sua opinião esteja prestes a mudar.

Gostou deste vídeo?

Caso pretendam avançar para esta dieta, nós também compreendemos, e é por isso que decidimos escrever este artigo, de forma que faça esta passagem de forma consciente.

Neste artigo vamos explorar:

Lembre-se sempre: Dietas não são solução! Uma alimentação cuidada, racional, saudável é que você e qualquer ser humano precisa.

Dito isto, e com a mensagem que lhe acabámos de passar, vamos então falar da dieta do ovo.

Sabemos que cada alimento contém nutrientes específicos que são essenciais ao ser humano, e na verdade o o ovo pode ser a saída de quem busca reduzir o consumo de carne. Focar nesse ingrediente como fonte de proteína principal ajudará com a causa animal e ainda garantirá saúde plena, já que o ovo é repleto de benefícios. 

Então preste atenção! Mesmo não sendo a favor de regimes malucos, somos favoráveis ao consumo consciente e relacionamento saudável com sua alimentação.

Portanto, se quiser avançar para a dieta do ovo, deixamos aqui a nossa opinião e as melhores práticas sobre esta forma de se alimentar. 

Vamos explorar mais este regime do ovo


Existem inúmeras dietas ou tipos de jejum disponíveis no mundo. Há tantas opções que se torna realmente difícil escolher uma! No entanto, esta foca em um dos ingredientes mais completos da nossa nutrição.

A chave é que a dieta do ovo é rica em proteínas e baixa em calorias, o que ajuda a reduzir o apetite e a ingestão calórica. Os ovos também são ricos em minerais e vitaminas essenciais. Alguns desses compostos são vitamina D, a B12, vitamina B6, fósforo, folato, ferro, zinco, entre outros.

Para fazer a dieta do ovo, é só incluir o ingrediente no cardápio (em sua forma cozida), antes das 3 principais refeições ou substituindo outras proteínas. 

Não são permitidos lanches, somente o café da manhã, almoço e jantar, constituídos de ovos pochê ou mollet. As refeições também são restritas em quantidades e cheias de “isso pode” e “isso não pode”. 

Mas lembre-se que é importante ingerir uma variedade de outros alimentos, como vegetais e folhas. Isso para as fontes nutricionais serem ainda mais ricas em compostos benéficos, além do ovo que fornece inúmeras vantagens.

Benefícios da Dieta do Ovo

Principais benefícios da dieta do ovo


Causa emagrecimento rápido

Existem relatos de pessoas que emagreceram até 14 quilos em uma semana. Mas, cuidado, ao mesmo tempo que isso possa parecer um benefício, também pode ser uma rasteira na sua saúde. O ovo contém muita proteína, vitaminas e minerais concentrados em poucas calorias, o que favorece a perda de peso ao substituir outros alimentos. 

No entanto, ao emagrecer rápido demais, perdemos mais massa magra que gordura. A gordura leva tempo para ser queimada. Seu corpo perderá músculos e aquilo que realmente você quer se livrar, permanecerá estocado com carinho nos pneuzinhos. 

Por isso que recomendamos uma alimentação baseada na nutrição comportamental, livre de dietas restritivas. Mudar a relação com a comida é a chave para um emagrecimento saudável e duradouro. E pode ter certeza, o ovo também fará parte do cardápio. 

A dieta é baseada em um alimento funcional

Um alimento funcional fornece, além dos nutrientes básicos, substâncias em quantidades suficientes para oferecer benefícios à saúde. As vitaminas presentes no ovo, como a B12 e a vitamina A, são ótimas para a memória, visão e sistema imunológico.

Já os minerais, magnésio e cálcio, ajudam a melhorar consideravelmente o humor e a evitar doenças relacionadas aos ossos, como osteoporose.

Ovo é barato

O ovo é uma das proteínas mais acessíveis no Brasil. Só em 2018, a média anual de consumo no Brasil foi de 212 ovos por pessoa. A produção é rápida, o que garante uma queda nos preços em relação à outras proteínas. 

A dieta do ovo apresenta alguns benefícios

Ao contrário da crença popular, ovo não causa colesterol

O colesterol é quase um palavrão para nossa sociedade. Durante anos, acreditávamos que o ovo era o vilão causador do aumento do colesterol, substância primordial para o funcionamento do corpo, mas que em excesso pode causar infarto e AVC. 

A gema de ovo fresco tem cerca de 424 mg de colesterol para cada 100 gramas. Mas calma, aproximadamente 80% do colesterol é fabricado pelo próprio corpo e só 20% provém da alimentação. Apesar do ovo ser a casa do colesterol, o que realmente aumenta seus níveis no sangue são as gorduras saturadas. 

Ovo é versátil

Talvez alimento mais versátil não há! O ovo pode ser feito de diferentes formas, cozido, omelete, mexido ou até frito (mas esse vai ter que passar longe do seu cardápio na dieta). Além de substituir outras proteínas de forma completa, ele também pode ser usado em saladas e sobremesas. 

Os ovos não apenas fazem uma boa escolha de proteínas no café da manhã, mas também podem ser consumidos no almoço, jantar ou até como lanche. Ele é saboroso, super fácil de preparar e combinam com qualquer alimento. 

Um forte aliado para os vegetarianos

No vegetarianismo ele pode ser o protagonista das suas refeições. Quem escolhe o ovo como fonte de proteína, ao invés da carne e do leite, está ajudando o meio ambiente a minimizar os impactos da pecuária. 

Inclusive, o ovo é melhor que o leite em centenas de aspectos, não apenas no âmbito nutricional. Outra vantagem é que poucas pessoas são intolerantes ou alérgicas ao ovo, já em relação à lactose, a história é diferente.  

É mais fácil encontrar ovos orgânicos

Se você preza pelo bem estar animal e meio ambiente, prefira os ovos orgânicos. Nesta forma, são oriundos de galinhas criadas de maneira adequada, livres e não confinadas, sem a exploração excessiva de animais. 

Ovos orgânicos são facilmente encontrados em feiras municipais e também são vendidos direto com o produtor. Além de serem mais nutritivos, saudáveis e sustentáveis.

Em relação ao leite fresco orgânico, o ovo é mais acessível. Você pode até criar galinhas em sua própria residência. Convenhamos que é muito mais fácil que criar algumas vaquinhas, né?

A quem se destina esta dieta

A quem se destina essa dieta?


Principalmente às pessoas que querem evitar o consumo de carnes e também àquelas que desejam emagrecer rápido. Como o ovo fornece muitos nutrientes mesmo em uma porção pequena, fica fácil sentir-se saciado com ele. O alimento oferece mais ou menos 77 kcal, quando cozido em água.

Um ovo possui uma pontuação alta em uma escala chamada índice de saciedade, que é a capacidade de satisfazer a fome comendo menos.

O Departamento de Ciências Nutricionais, da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, aponta um emagrecimento 65% maior em pessoas que comeram dois ovos no café da manhã, em relação aos que preferiram pães.

Contraindicações da dieta do ovo


Contraindicações em comer ovos quase não existem, já que o ovo é um superalimento cheio de macro e micronutrientes. Todavia, existe sim um grupo de pessoas que deve evitá-lo.

Portadores de problema renal devem fazer uma dieta com restrição de proteínas para não avançarem na doença. Os rins não conseguem metabolizar cargas protéicas em excesso. 

Outro ponto é que, apesar do ovo não ser o fantasma do colesterol, se você apresenta níveis altos desse índice, prefira consultar um nutricionista para orientações específicas quanto ao consumo. Finalmente, pessoas alérgicas ao ovo não poderão aderir à esta dieta. 

Cuidados com a dieta e os principais erros cometidos


O ovo é sim um alimento cheio de benefícios. No entanto, o consumo em excesso da sua proteína, a albumina, provoca reações alérgicas e hipersensibilidade alimentares. Esse é um dos erros mais comuns dos que aderem a dieta do ovo, comê-lo em demasia. 

Outro conhecimento a tomar é que o ovo sozinho não faz milagres. Por ser um alimento completo em termos nutricionais, as pessoas se esquecem de equilibrar suas refeições. Pensam que apenas o ovo será suficiente e acabam em déficit nutricional de outros componente que ele não possui.

Finalmente, o último erro é que a dieta do ovo é altamente restritiva em calorias. Ingerir poucas calorias causa perda de músculos. Mas, se você estiver saudável, é possível que você siga uma dieta com ovos por um tempo limitado, perca alguns quilos e não se preocupe com os efeitos colaterais.

A relação entre o ovo e os restantes alimentos

Relação da dieta dos ovos com outros alimentos


Alimentos ricos em carboidratos e açúcares, são totalmente eliminados dessa dieta. 

O ovo, apesar de ser funcional, não é o fenômeno da alimentação. Você não vai perder peso comendo ovos e outros alimentos com alto índice glicêmico.

Evite consumir macarrão, sal, açúcar, fast-food, carnes gordurosas, frituras, refrigerantes e, doces. 

Sugestão de cardápio para a dieta do ovo


Como dissemos, essa dieta é altamente restritiva, então, por favor, tome cuidado. Procure um nutricionista ou nutrólogo para te orientar, e no primeiro sinal de problemas com a saúde, pare imediatamente. 

Entretanto, se você deseja seguir adiante, aqui está uma sugestão de cardápio para uma semana com a dieta do ovo:

Dia 1

  • Café da manhã: 2 ovos cozidos, ou omelete de 2 ovos com espinafre e cogumelos
  • Almoço: 1/2 peito de frango assado, brócolis e salada à vontade
  • Jantar: frango grelhado e salada verde com tomates

Dia 2

  • Café da manhã: omelete vegetariana com 2 claras de ovos
  • Almoço: 2 ovos escalfados com espinafre descascado
  • Jantar: frango assado com legumes cozidos

Dia 3

  • Café da manhã: 1 xícara de morangos, 1 ovo cozido, 1/2 laranja fresca
  • Almoço: tomate com 2 ovos cozidos em água
  • Jantar: Qualquer peixe de sua escolha e salada

Dia 4

  • Café da manhã: dois ovos cozidos e uma laranja
  • Almoço: uma fatia de pão integral, tomate e um pedaço de queijo
  • Jantar: Frango e legumes cozidos no vapor

Dia 5

  • Café da manhã: dois ovos cozidos e café sem açúcar
  • Almoço: frango grelhado e salada
  • Jantar: duas fatias de pão integral e uma maçã

Dia 6

  • Café da manhã: 2 ovos mexidos com tomate seco
  • Almoço: 2 ovos cozidos e salada verde com limão e pouco azeite
  • Jantar: bife grelhado de patinho

Dia 7

  • Café da manhã: 1 torrada integral com 2 ovos escalfados
  • Almoço: 1/2 peito de frango assado e brócolis
  • Jantar: legumes vermelhos ou verdes (exceto ervilhas e feijões), 1 pedaço de carne magra

A nossa opinião sobre a dieta do ovo

E então, vale a pena a dieta do ovo?


Já deu para perceber que a dieta do ovo é bem restrita e nada diversificada, não é mesmo? A luta para perder peso é provavelmente uma das tarefas mais difíceis, e as pessoas constantemente procuram uma maneira de encontrar dicas rápidas para emagrecer.

Não estamos dizendo que o ovo não é seu aliado na luta contra a balança. Pelo contrário, mostramos várias vantagens no uso deste ingrediente para reduzir medidas. Mas já podemos adivinhar que seu humor ficará péssimo, será muito difícil seguir esse cardápio e o pior, dias depois de terminar a dieta do ovo, seu peso voltará ao que era. 

O ovo é um alimento maravilhoso se usado em uma dieta harmoniosa e equilibrada. Inclusive para promover saciedade, ele será perfeito para o seu objetivo principal – a perda de peso.  Mas, emagrecimento saudável não é restrição, como afirma Eric Edmeades da WildFit

Alimentar-se não deve ser algo que provoque sentimentos ruins, muito menos déficits nutricionais maléficos à saúde.

Por isso não acreditamos em dietas restritivas, no entanto, comer mais ovos trará muitos benefícios para você!


Agora queremos saber a sua opinião sobre a dieta do ovo!

Você já tentou ou vai tentar seguir este regime alimentar?

Conte nos comentários o que achou deste artigo e compartilhe sua opinião sobre esse delicioso alimento. 

by Maria Calegari
Maria, em busca de conhecimento constante, sou apaixonada pela natureza e animais. Adoro me exercitar e viajo sempre que posso. Me sinto completa ao estar com as pessoas que amo, mas valorizo meu tempo sozinha. Sou apeta à meditação por me proporcionar paz de espírito, concentração e serenidade. Formada em engenharia de alimentos e ciências econômicas, atuei por mais de 7 anos em cargos de liderança, especialista em administração estratégica e inteligência competitiva.

Artigos e tutoriais sobre Liés